+Saúde

Durma bem na quarentena

Durma bem no isolamento social mulher dormindo com mascara de dormir.

10 dicas para uma boa noite de sono

Uma das principais medidas adotadas para combater a pandemia de coronavírus é o isolamento social. Mas como outros remédios, também pode ter efeitos colaterais. É o caso da ansiedade causada pela solidão, no caso de quem mora só, ou pela intensa convivência com as mesmas pessoas por um longo período. Ela é capaz de afetar o sono e fazer com que haja dificuldade para dormir, ou dormir bem. E todos sabem a importância de se ter um boa noite de sono para a saúde física e mental. Quando isso não acontece, há efeitos negativos envolvendo aprendizado, memória, humor, emoções e várias funções biológicas.

Para evitar o problema, indicamos 10 maneiras para ajudar a adormecer o mais rápido possível e ter sono de qualidade.

  • Ioga, meditação ou midnfullness – Pessoas estressadas tendem a ter dificuldade para adormecer. A fim de combater o estresse, atividades como a prática de ioga, meditação e mindfullness são consideradas instrumentos capazes de proporcionar relaxamento e acalmar a mente, o que ajuda a dormir logo e ter uma boa noite de sono. O ioga promove padrões respiratórios e movimentos corporais que liberam o estresse e a tensão acumulados no corpo. A meditação pode elevar os níveis de melatonina e contribuir para que o sono seja facilmente alcançado. Por fim, a atenção plena ou mindfullness pode ajudar a manter o foco no presente e a se preocupar menos enquanto adormece.
  • Faça exercícios de respiração – Os exercício de respiração colaboram para acalamar, relaxar e a dormir. Um deles é o método “4 – 7- 8”. Simples e poderoso, consiste nos seguintes passos:
  1. Primeiro, coloque a ponta da língua atrás dos dentes superiores da frente.
  2. Expire completamente pela boca e faça um som de uhsh.
  3. Feche a boca e inspire pelo nariz enquanto conta mentalmente até quatro.
  4. Prenda a respiração e conte mentalmente até sete.
  5. Abra a boca e expire completamente, fazendo um som de uhsh e mentalmente contando até oito.
  6. Repita este ciclo pelo menos mais três vezes.
  • Músicas relaxantes – Ouvir música relaxante, como a música budista, pode melhorar significativamente a qualidade do sono e insônia. Um estudo ¹ revelou que 25 participantes tiveram um sono mais repousante e mais profundo quando foram expostos a música relaxante por 45 minutos na hora de dormir, em comparação aos que não ouviam música.

No entanto, se não for possível ouvir esse tipo de música, bloquear todo o ruído também ajuda a adormecer mais rapidamente.

  • Aromaterapia – A   aromaterapia, que envolve o uso de óleos essenciais, é eficaz na melhoria da qualidade do sono. Dois aromas conhecidos, lavanda e rosa de Damasco, possuem  efeitos positivos no sono.   
  • Conforto – Já se sabe que colchão e travesseiros apropriados e roupa de cama confortável podem contribuir para o sono profundo e de qualidade. Nesse sentido, o uso de um travesseiro inadequado (muito baixo ou muito alto) pode afetar a curva do pescoço, a temperatura e o conforto.

Outro ponto importante é escolher roupas confortáveis para dormir, ​​feitas de tecidos que ajudem a manter a temperatura agradável durante toda a noite.

  • Posição adequada – A boa qualidade do sono também depende da posição do corpo durante a noite. Acreditava-se que as pessoas que dormiam de costas tinham um sono melhor. No entanto, estudos² demonstraram que essa posição pode bloquear as vias aéreas e causar apneia do sono e ronco. Embora as preferências individuais sejam importante, há conexão entre a posição lateral  e o sono de alta qualidade.
  • Força para ficar acordado – Ir para a cama e tentar forçar-se a adormecer, tem o efeito inverso, o estresse e a ansiedade produzidos ao se forçar a adormecer impedem a pessoa de relaxar e dormir. Nessa situações, ouvir música relaxante, ler um livro ou fazer exercícios respiratórios podem ajudar a dormir.
  • Meu querido diário – Algumas pessoas têm dificuldade em adormecer porque ficam remoendo seus pensamentos. No entanto, um estudo³ com 41 estudantes universitários constatou que registrar em um diário os eventos positivos do dia resultou em menor preocupação e estresse na hora de dormir, aumento no tempo de sono e melhora na sua qualidade. O indicado é reservar 15 minutos todas as noites para escrever, abordando não somente os eventos positivos do dia, mas também as emoções do momento.
  • Luz e escuridão – A luz pode influenciar o relógio interno do seu corpo, que regula o sono e a vigília. A escuridão aumenta a produção de melatonina, um hormônio essencial para o sono. Para dormir bem, deixe o quarto na escuridão, ajuda na hora de dormir. Cortinas blackout podem evitar que luzes externas iluminem o quarto à noite.
  • Não olhe para o relógio – É normal acordar no meio da noite. No entanto, a incapacidade de adormecer pode arruinar uma boa noite de sono, principalmente se a pessoa fica olhando o relógio preocupada porque não consegue dormir novamente. Evite, então, ficar olhando para o relógio e simplesmete relaxe.

About the author

Redação SO.U Movimento

Redação SO.U Movimento

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar.
Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Adicionar Comentário

Click here to post a comment

Notícias do dia

Clínica SO.U – acesse o site

Clínica SOU - ortopedia