+Saúde

Ioga e Tai-chi ajudam a reduzir a dor lombar

Ioga e tai-chi ajudam a reduzir a dor lombar - mulher exercitando-se - foto criada por prostooleh - Freepik

Cerca de 80% da população mundial é afetada pela dor nas costas. No Brasil, 40 milhões de pessoas sofrem com este tipo de dor

A dor nas costas é um mal que aflige muitas pessoas. Só para se ter uma ideia, 80% dos adultos a sentem em algum momento de suas vidas. Trata-se, portanto, de uma questão de saúde pública importante, que muitas vezes contribui para o surgimento de problemas emocionais, como depressão e ansiedade e dificuldades para dormir.

Uma revisão de estudos feita por pesquisadores da Florida Atlantic University, nos Estados Unidos, concluiu que os chamados exercícios mente-corpo baseados em movimento, como tai chi e ioga, são eficazes no tratamento da dor nas costas. Os pesquisadores avaliaram a eficácia de três práticas: ioga, tai chi juntamente com mindfullness, e qigong – terapia de meditação chinesa centrada na consciência corporal durante movimentos lentos e repetitivos do corpo.

Os pesquisadores também concluíram que os exercícios mente-corpo eram eficazes não só na redução da dor na região lombar, mas também contribuem para o aprimoramento da capacidade funcional e atuam contra depressão e ansiedade, ao fortalecer a mente. E isso sem falar que esses tipos de exercícios podem ser usados ​​como alternativa eficaz de tratamento analgésico das dores na coluna.

No entanto, é importante você fazer uma avaliação médica antes de praticar, para evitar o surgimento de problemas­. A dica é começar devagar com alguma forma de ioga de recuperação e depois aumentar gradualmente a intensidade. O mesmo vale para o tai chi.

Recomendações para manter as costas saudáveis

  • Exercite-se regularmente para manter os músculos fortes e flexíveis. Consulte um médico para obter uma lista de exercícios de baixo impacto e adequados à idade, especificamente direcionados ao fortalecimento dos músculos lombares e abdominais.
  • Mantenha um peso saudável e coma uma dieta nutritiva com ingestão diária suficiente de cálcio, fósforo e vitamina D para promover novo crescimento ósseo.
  • Use móveis e equipamentos projetados ergonomicamente em casa e no trabalho. Verifique se as superfícies de trabalho estão em uma altura confortável.
  • Troque as posições sentadas com frequência e ande periodicamente pelo escritório ou alongue os músculos para aliviar a tensão. Um travesseiro ou uma toalha enrolada colocada atrás da parte inferior das costas podem fornecer algum apoio lombar. Coloque os pés em um banquinho baixo ou em uma pilha de livros enquanto estiver sentado por um longo tempo.
  • Use sapatos confortáveis ​​e de salto baixo.
  • Dormir de lado com os joelhos dobrados em posição fetal pode ajudar a abrir as articulações da coluna e aliviar a pressão, reduzindo a curvatura da coluna. Sempre durma em uma superfície firme. Mas não rígida demais.   
  • Não tente levantar objetos muito pesados sem auxílio. 
  • Parar de fumar. Fumar reduz o fluxo sanguíneo para a coluna inferior, o que pode contribuir para a degeneração do disco espinhal. Fumar também aumenta o risco de osteoporose e impede a cicatrização. Tosse devido ao fumo intenso também pode causar dor nas costas.
Esta informação é fornecida como serviço educacional e não se destina a servir como aconselhamento médico. Qualquer pessoa que procure aconselhamento ortopédico específico ou assistência deve consultar um médico ortopedista.

About the author

Dr. Bruno Aprile

Dr. Bruno Aprile

Médico Ortopedista, especializado em cirurgias da Coluna Vertebral, com ênfase em técnicas minimamente invasivas como Endoscopia da Coluna, Infiltrações e Rizotomias.
Membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), Membro titular da Sociedade Brasileira de coluna (SBC ) e da Santa Casa de Misericórdia de SP.
R. Barata Ribeiro, 398 - 3º andar - Bela Vista, São Paulo - SP, 01308-000
Tel.: +55 (11) 3258-1706
http://www.clinicasou.com.br

Adicionar Comentário

Click here to post a comment

Notícias do dia

Clínica SO.U – acesse o site

Clínica SOU - ortopedia