Pé/Tornozelo

Pé chato

O pé chato - Foto criada por jcomp - www.freepik.com

De acordo com pesquisas, aproximadamente 25% da humanidade tem pé chato, problema no qual o arco plantar, apresenta-se reto, sem sua curvatura característica, fazendo com que o pé toque a superfície por inteiro

O problema surge ainda na infância. O arco do pé, por fatores genéticos, não se desenvolve normalmente. Com o crescimento, o formato do pé vai mudando, e muitas vezes o pé chato some por si só. Mas, pode persistir até a idade adulta. O que não chega a ser problema, porque geralmente o pé plano é inofensivo, não causa maiores prejuízos.

Recomendação

Hoje, independentemente da idade a recomendação básica para pés chatos é atenção aos calçados. Quem tem pés planos tende a ter também pisada pronada, que sobrecarrega a parte interna dos pés, fazendo com que esse lado do calçado desgaste mais rápido que o outro.

Se a recomendação já faz sentido no dia a dia de quem tem pés chatos, faz mais sentido ainda para os praticantes de corridas ou caminhadas. A boa notícia é que, com tantas marcas e estilos de tênis disponíveis no mercado, há vários modelos com tecnologias eficientes, que garantem suporte, estabilidade e amortecimento para as práticas esportivas.

No geral, quem possui o pé chato costuma apresentar menos sintomas com calçados com solado mais rígido no sentido de flexibilidade, e não de acolchoamento e com contraforte resistente.

Dr. Bruno Lee

Dr. Bruno Lee

Médico Ortopedista graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). Especialista em cirurgia do pé e tornozelo. Membro da retaguarda cirúrgica dos Hospitais Albert Einstein e Sírio Libanês.
Bruno Lee Ortopedia
Rua Desembargador Eliseu Guilherme, 200 - cj. 601 - Paraíso - São Paulo - SP
Telefone: (11) 99797-0021 - (11) 3394-5007

Adicionar Comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Clínica SO.U – acesse o site

Clínica SOU - ortopedia