Coronavírus

Vacina contra Covid-19 de Oxford

foto panorâmica da Universidades de oxford - foto disponível no site da instituição.site

Reações adversas em voluntária ocasionaram a suspensão dos testes com a vacina de Oxford

O laboratório sueco AstraZeneca confirmou que uma das voluntárias ao teste clínico da vacina contra a Covid-19, realmente apresentou uma reação adversa, ocasionando a interrupção temporária dos testes no último dia 08 de setembro, em todos os países onde estavam sendo conduzidos os estudos. A informação foi revelada pelo site americano Stat News, portal especializado em notícias de ciência e saúde.

A voluntária em questão recebeu de fato o imunizante, não o placebo, e manifestou um problema neurológico conhecido como mielite transversa, sendo que já obteve alta hospitalar e passa bem. As reações da voluntária (que não teve seus dados pessoais revelados) causaram a interrupção temporária dos estudos internacionais da vacina contra a Covid-19.

Não foi a primeira interrupção, já que em junho as pesquisas já haviam sido interrompidas e retomadas logo depois. “Trata-se de um procedimento padrão, normal nessa fase da pesquisa”, esclareceu em nota o porta-voz do laboratório. “É uma precaução quando um estudo clínico envolve fármacos. O que não quer dizer que o estudo foi interrompido, já que os monitorados continuam sendo avaliados diariamente”, esclareceu a nota.

Na ocasião a AstraZeneca havia declarado que o break serviria para os pesquisadores observarem se a reação adversa foi de fato causada pelo produto, o que agora se comprovou. A terceira fase da chamada “vacina de Oxford” será retomada tão logo um conselho formado por médicos e especialistas avalie a extensão das reações apresentadas pela monitorada. No Brasil, a vacina de Oxford vem sendo testada em cerca de cinco mil voluntários, em estudo coordenado pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo)

Nova esperança contra Coronavírus cientista no microscópio - foto criada por pressfoto freepik

Paralelamente à paralisação, a OMS (Organização Mundial de Saúde) emitiu comunicado assinalando que uma imunização ampla das populações do mundo contra a Covid-19 e uma mudança no impacto da doença só deve ocorrer em 2022.

About the author

Redação SO.U Movimento

Redação SO.U Movimento

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar.
Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Adicionar Comentário

Click here to post a comment

Notícias do dia

Clínica SO.U – acesse o site

Clínica SOU - ortopedia